30 maio 2009

Tudo dá pro torto, e mesmo assim estamos felizes...


O que mais nos falta acontecer?! Não sei...

A aventura em Charleroi começa comigo a ter que arrastar cinco malas sozinha no aeroporto, já que os carrinhos para bagagem parecem ainda não ter chegado a esta terra! Com uma ou mais malas a cair-me a cada minuto, a coisa deve ter sido engraçada no mínimo para quem olhava pra mim. Almas caridosas vinham apanhar-me as malas do chão, enquanto eu prosseguia com a minha interminável caminhada de poucos metros até ao táxi mais próximo!

Antes disso, os quatro aventureiros que se atreveram a vir numa carrinha alugada de Liverpool, com a casa literalmente às costas, chegaram cá e deram com o nariz na porta! A mãe da senhoria tinha acabado de falecer nessa tarde e ela pediu-lhes uma semana até se sentir capaz de os receber. Logo outros cinco penduras (nos quais eu me incluo) também ficaram desalojados!

A carrinha tinha que estar hoje em Liverpool às 13h, logo, depois de uma noite sem dormir, coube aos rapazes aguentar mais outra, assim de rajada, para poderem levá-la de volta. Enquanto isso, eu e a inglesa Katie ficámos por cá na busca casas.

Mas a história ainda não acaba aqui... Ao chegar à fronteira o Paul percebeu que não tinha o passaporte, e teve que ser deixado pelo caminho, no meio do nada! Dormiu algures num hotel de berma de estrada e voltou de manhã de comboio para Charleroi.

Aguardamos ansiosamente as cenas dos próximos capítulos!

A nova aventura começou...

(Ah, já fui conhecer o meu novo local de trabalho, e descobri que metade da base é composta por portugueses!)

3 comentários:

Ana disse...

afinal já não vais falar françês!!!aguardo novas aventuras :)
beijinhos do Nuno tambem

Edite disse...

ainda bem que está a ser assim, s fosse mt normal perdia a piada né? :-)
mas vá, boa sorte para encontrarem pouso. bjito

Fabiola disse...

só assim tem piada!

Força Su